Noticias‎ > ‎Noticias Publicadas‎ > ‎

Primeiro encontro da série O Corpo reúne mais de 50 jovens

postado em 24 de mai de 2011 10:18 por Anderson Bueno - PJ Brasilândia   [ atualizado em 30 de mai de 2011 17:19 por Rogério PJ Santana ]

Cerca de cinquenta jovens participaram neste domingo, 22, na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, na bairro do Tatuapé, do primeiro encontro da série O Corpo, promovida pela Pastoral da Juventude da Arquidiocese de São Paulo.

O encontro faz parte de uma série de três etapas que acontecerão até setembro e têm como inspiração o corpo humano. A primeira etapa teve como foco a cabeça e trabalhou a identidade da Pastoral da Juventude.

Eram pouco mais de 15h30 quando o encontro começou. Rafael Martins, coordenador da PJ, falou do objetivo da série O Corpo e apresentou a equipe de coordenação da PJ da Arquidiocese, formada por ele e pelos representantes das regiões episcopais. 

Em seguida, alguns personagens entraram em cena e falaram sobre suas identidades. Entre eles estavam o General Castelo Branco, Pedro Vaz de Caminha, uma jovem negra, uma jovem que viveu na época da ditadura militar, uma rippie, um jovem que participa hoje da PJ e Josiane, da Região Belém, que falou da sua caminhada na Pastoral da Juventude e da influência que ela teve sobre sua vida. Logo após, A jovem Elaine, da Região Santana, conduziu o momento da oração inicial, tendo como pano de fundo a música “Seu nome é Jesus Cristo”, lembrando a presença d´Ele nas pessoas em que muitas vezes se vira o rosto para não ver.

A tarde seguiu com um momento em que o jovem Djair, da Região Belém, fez uma apresentação sobre o que é identidade, relacionando ao conceito de Freud de Isso (Id), Self (eu) e Super eu (Superego). Na sequência os jovens, conduzidos por Débora Bueno, da Região Santana, os participantes foram divididos em grupos, onde, com o apoio de textos de 

documentos da Igreja como Medellin, Puebla e o Documento 85 da CNBB, que fala sobre a evangelização da juventude, responderam perguntas sobre a identidade e a missão do grupo de jovens, o protagonismo juvenil, etapas de formação e projeto de vida.

Como gesto concreto, cada grupo montou um tangram (jogo de sete peças que podem formar mais de 1500 figuras diferentes e na Ásia é chamado de jogo das Sete portas da Sabedoria), mostrando que apesar de pare

cidos, os grupos de jovens das comunidades são únicos.

O encontro terminou com uma reflexão sobre a passagem “Onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, aí estou no meio deles” (Mt 18, 20), conduzida por José Nildo, da Região Belém.

O próximo encontro da série O Corpo acontecerá no dia 31 de julho.

Em breve fotos do encontro aqui no site da PJSP.

Comments